lampadas-leds

 

As vantagens dos LEDs

De postes de luz, luminárias de escritórios a detalhes nas sancas dos ambientes, LEDs são a alternativa mais moderna e sustentável em iluminação. Entenda alguns dos motivos:

 

1. LEDs tem muitos usos domésticos

O primeiro LED foi inventado por Nick Holonyak Jr. em 1962. Trata-se de um diodo que emite energia luminosa a partir da recombinação de elétrons, um processo conhecido como eletroluminescência.

Depois de mais de quatro décadas a tecnologia evoluiu muito. Hoje encontramos LEDs em lâmpadas, tubos, spots e fitas de luz, o que acabou se tornando uma tendência em projetos luminotécnicos, de arquitetura e design de interiores pela segurança e eficiência energética.

 

2. Espectro de luz

LEDs podem assumir milhares de cores dentro do espectro RGB (vermelho, verde e azul). Com sistemas adequados que podem ser ativados ao toque de um controle remoto, as cores da iluminação podem reinventar qualquer ambiente. Descubra seus efeitos.

Além disso, os LEDs não aquecem, descolorem ou envelhecem móveis ou itens de decoração.

 

3. LEDs conservam energia

Lâmpadas incandescentes tradicionais são conhecidas pela sua ineficiência energética – 90% da energia gerada é transformada em calor e apenas 10% é realmente luz. Por outro lado, LEDs usam 75% menos de energia que lâmpadas incandescentes e produzem apenas 3.4 BTUs – unidade térmica britânica – por hora, enquanto as incandescentes produzem 85 BTUs no mesmo espaço de tempo.

 

4. LEDs reduzem os custos de energia

LEDs podem diminuir efetivamente os gastos com energia. O Departamento Americano de Energia calcula que a adoção da iluminação LED nos próximos 20 anos pode economizar U$ 265 bilhões de dólares, cerca de R$ 530 milhões de reais, o que preveniria a construção de 40 usinas de energia e reduziria a utilização de eletricidade em 33%.

 

5. LEDs não precisam ser aquecidos para funcionar

LEDs são instantaneamente ligados porque não funcionam a base de calor. No mesmo momento que o interruptor é acionado, a lâmpada acende. Esta propriedade se torna útil principalmente em projetos de iluminação externa, pois promovem maior segurança.

 

6. LEDs não são tóxicos

Bulbos de LED não possuem mercúrio nem empregam metais pesados em sua produção. Aliás, 98% dos seus componentes podem ser reciclados.

 

7. LEDs duram muito tempo

Lâmpadas LED duram cerca de 30 mil horas, valor correspondente a aproximadamente 4 anos de uso. Porém, ninguém realmente consegue prever a vida útil dos LEDs, porque eles não queimam ou piscam, mas vão perdendo o brilho. Em condições adequadas de compra e instalação, a sua lâmpada LED pode durar ainda mais.

 

8. LED não é o mesmo que lâmpada fria

Lâmpadas frias são geralmente associadas aos produtos fluorescentes, que produzem a energia a partir de gases inertes e mercúrio.

Não é o caso dos LEDs, que também estão disponíveis nas versões “branca fria”, com um tom mais azul, e “branco quente” ou “morno”, mais amarelado.

 

9. LEDs são impermeáveis

Nas condições certas de impermeabilização, os LEDs e principalmente a versão em fitas pode contar com proteções plásticas transparentes, ideais para a iluminação de piscinas e áreas internas, que deixam inclusive a limpeza mais fácil.

 

10. Lâmpadas LED: quem compra não troca

Aproveite para conferir o vídeo a seguir e conheça a diferença entre lâmpadas LED, fluorescente e halógena.

 

Vídeo

Acompanhe abaixo um vídeo explicativo feito pelo canal Manual do Mundo sobre lâmpadas LED, fluorescente e halógena.

     

Fonte: FL, Manual do Mundo

     

Este conteúdo foi útil? Compartilhe!
(Este conteúdo foi visitado 227 vez(es) | 1 visita(s) hoje)
Você também pode ser interessar por:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode usar HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>