jardineiro-joinville

 

A função de jardineiro

O jardineiro é o profissional responsável por cuidar do jardim dos prédios, casas, empresas, parques, condomínios, escolas e etc.

Um jardineiro em Joinville repara o solo, aduba a terra, rega as plantas, e poda as áreas ajardinadas em épocas determinadas. Realiza implantação, criação e manutenção de jardins, poda de árvores, cuidado de flores de ambiente interno e externo e corte de grama. Aplica defensivos agrícolas contra insetos e pragas em árvores e plantas, operando equipamentos e máquinas de pequeno porte específicas de jardinagem.

Está sob as responsabilidades de um jardineiro em Joinville fazer a manutenção da grama, cortar e regar, cultivar canteiros, plantar sementes, conservar áreas ajardinadas, adubar e arar adequadamente as áreas, removendo folhagens secas mantendo a limpeza, manter a estética, colocando grades ou outros anteparos conforme orientação, operar máquinas especificas da função de jardinagem, atuar com algumas aplicações de inseticidas e adubação de plantas, quando solicitado colaborar em organizações, montagem e desmontagem de eventos em geral, operar máquinas roçadeiras, podadores de cerca viva, cuidar do paisagismo, sempre manter organizado as ferramentas de trabalho, realizar cortes de grama, preparando terreno, plantando sementes ou mudas de flores e árvores e demais funções pertinentes ao cargo.

 

Jardinagem em Joinville

A jardinagem tem um vasto campo de atuação, visto a importância da implantação e manutenção de jardins. Estes se encontram nos mais variados ambientes: nas propriedades rurais, nas praças e logradouros públicos dos centros urbanos, nas casas e sacadas de apartamentos e nos ambientes internos.

Os jardins são importantes por preservarem a natureza, servirem de proposta para embelezar os mais diversos locais e de contemplação para o homem em seus momentos de lazer e descanso. Sendo assim, é importante que o profissional envolvido tenha conhecimentos técnicos na área de cultivo e manutenção de plantas, além de adotar um comportamento ético-profissional e social quanto à sua prática profissional.

Existe uma diversidade enorme de jardins, que variam de tamanhos e tipos. E a verdade é que todos precisam de manutenção. A criação de empresas especializadas vem de encontro com uma necessidade crescente desse mercado.

Proprietários de jardins têm cada dia menos tempo para se dedicar à atividade de cuidar de jardins e, às vezes, muitos deles são de tamanhos que inviabilizam essa prática, além de necessitarem de práticas e orientações mais técnicas. Daí se abre um mercado que engloba, desde a atuação individual do jardineiro até a sua atuação em empresa de jardinagem em Joinville ou em seu próprio negócio.

 

O bom jardineiro

Os jardins embelezam, trazem tranquilidade e são uma forma de o homem se reconciliar com a natureza. O crescimento da implantação de jardins nas residências, empresas e áreas públicas oferece oportunidades para pessoas das mais diferentes idades e condições, as quais têm transformado a jardinagem em uma atividade profissional com forte apelo econômico e social.

Existe uma grande demanda de serviços nesta área. Em primeiro lugar, pelos jardins residenciais de diversos portes e também por jardins de empresas, além, é claro, dos jardins públicos, onde o profissional é terceirizado. Em síntese, a necessidade de beleza e conservação tem valorizado o trabalho de um bom jardineiro em Joinville.

É nesse contexto que surge a necessidade da prestação de um serviço especializado e empresas de jardinagem em Joinville, para fazer frente a uma demanda cada vez maior e mais exigente. Esse fato vem impulsionando o setor de prestação de serviços, tanto nas frentes de planejamento, como de implantação e manutenção de jardins, em diversas regiões do país.

O planejamento, a implantação e a manutenção de um jardim necessitam não somente de bom gosto, mas também de uma série de técnicas adequadas. Essas irão proporcionar harmonia, beleza e equilíbrio.

 

O conhecimento do profissional

Para que o profissional tenha um bom desempenho como jardineiro é essencial que seja dinâmico e tenha conhecimentos básicos em relação o meio ambiente e espécies de plantas, além claro, das ferramentas de trabalho e o modo de trabalhar com conhecimento de técnicas de plantio, poda, etc.

 

Ferramentas para jardinagem

A primeira habilidade do profissional jardineiro deve ser identificar os instrumentos de trabalho e saber sua serventia. Esses são específicos e variam de acordo com a natureza do serviço a ser realizado. Dessa forma, para o preparo do terreno e a implantação do jardim será preciso utilizar determinadas ferramentas, e para os trabalhos rotineiros de manutenção serão necessárias outras. No entanto, existem ferramentas de uso comum e que são fundamentais em todas as etapas de trabalho, como enxadas, pás, tesouras de poda e outras.

 

Correção do solo

Para a implantação de um jardim, primeiramente deve-se preparar o terreno – limpeza de jardins em Joinville – realizar capina de limpeza, fazer a drenagem ou aeração e, também, o nivelamento das áreas, de acordo com o que for estabelecido no planejamento. Além disso, devem ser feitas as marcações das vias de acesso e outros trabalhos, como sistemas de irrigação, iluminação, entre outros. Só então devem ser iniciados os trabalhos de implantação propriamente ditos. No preparo para o plantio faz-se a correção do solo, uma vez que suas características físicas e minerais influenciam diretamente no desenvolvimento das plantas.

 

Plantio

Plantar corretamente as mudas determina seu bom desenvolvimento, pois essas precisam de espaço e de estarem bem enraizadas para crescerem saudáveis. O plantio pode ser realizado em linha, canteiros, ou em vaso, dependendo da espécie plantada e do propósito do jardim. Seja em cova ou em canteiros, é importante fazer a rega da área, molhando bem o solo na fase de estabelecimento das mudas. Não pode faltar água para que as plantas possam se desenvolver mais rápido.

 

Adubação

Para a boa manutenção dos jardins, a fertilização deve ser cíclica e feita aplicando-se os macro e micronutrientes por meio de adubação em cobertura ou pulverização foliar. Isso é realizado para suprir permanentemente as necessidades nutricionais das plantas durante todo o seu ciclo anual.

Nessa atividade podem ser utilizados tanto adubos químicos quanto orgânicos. Não existe um que seja considerado mais eficiente, por isso, dê preferência a ambos, uma vez que a presença de um complementa a ação do outro.

 

Poda

Basicamente, um jardim precisa de três tipos de podas: a poda de limpeza, feita ao longo de todo o ano, em qualquer época, desde que as plantas mostrem que é necessária; a de formação, visando dar forma adequada às plantas; e a de produção, feita para reduzir a copa ou folhagem, resultando em maior produção de flores ou frutos.

O corte de ramos em uma poda deve seguir duas regras básicas: primeiro a escolha do local, no ramo, onde acontecerá o corte, que deve ser feito logo após e o mais próximo possível da gema de brotação, sem atingi-la. Se o corte for feito muito distante da gema, acaba fazendo surgir um pedaço de ramo morto acima dela, que, além de prejudicar esteticamente a planta, também se constitui em porta de entrada para patógenos.

A segunda regra é o corte em bisel, ou seja, o corte do ramo deve ser inclinado. Essa regra aumenta em importância, à medida que o ramo é mais grosso e lenhoso. O corte em bisel evita o acúmulo de água na área do corte, que poderia causar apodrecimentos.

Outra modalidade de poda é a que visa ao controle de crescimento em altura, que é feita cortando-se os galhos que crescem para cima e os que saem do alinhamento da copa da planta. Com isso se reduz a altura e mantém-se a copa no formato desejado.

 

As qualidades de um bom jardineiro

Além do conhecimento técnico na área de cultivo e manutenção de plantas, é importante que o jardineiro envolvido adote um comportamento ético-profissional e social quanto à sua prática profissional. Por isso ao contratar, esteja atento a alguns fatores que podem lhe ajudar a não ter reclamações e incomodações com o “profissional”.

 

Técnica

É imprescindível que o jardineiro em Joinville procure informações técnicas para desenvolver bem a sua profissão, como: conhecimento de espécies usadas para compor jardins; se as espécies são de sombra, meia sombra ou sol pleno; hábitos de crescimento e florescimento; adubação e irrigação; manejo, como poda correta e sua época, assim como renovação de plantas e como fazer mudas. Todos essencialmente importantes para o profissional da jardinagem. Da mesma forma, se este tiver noções de paisagismo e composição, obterá destaque entre os demais profissionais da área. Além do uso das ferramentas e sua utilização prática, é imprescindível buscar novidades e informações para se aperfeiçoar cada vez mais.

 

Horários

Marcar e cumprir horários é de fundamental importância. O horário de chegada deve ser certeiro, pois é sempre o momento de receber orientações, dar opiniões e definir as atividades de acordo com as prioridades. Deve-se planejar o dia, marcando horário para o almoço e possíveis pausas para café ou descanso breve. É importante combinar e cumprir quantas horas serão trabalhadas e sua remuneração para isso. Tudo de maneira simples, direta e transparente.

 

Atenção e responsabilidade

Como o jardineiro trabalha com diversos tipos de ferramentas e serviços, torna-se importante saber realizar as atividades conforme as técnicas. Se alguma tarefa pedida for desconhecida pelo jardineiro, este deve falar sem constrangimento que não sabe tal tarefa, mas irá buscar informação para realizá-la. Ao manusear as ferramentas, é preciso ter bastante atenção, pois grande parte delas são de corte e bastante afiadas.

 

Honestidade

Na maioria das vezes, o jardineiro se encontra sozinho na casa, nas propriedades ou mesmo nas empresas. Por isso, o profissional da jardinagem deve adotar um comportamento correto, informando ao contratante dos seus serviços quando trocar objetos de lugar, jogar coisas fora ou entrar em ambientes que não estão ligados ao serviço. Dessa forma, haverá uma ligação de confiança com as pessoas que são contratantes. Um profissional honesto também sabe avaliar o valor de seu trabalho, de acordo com o tempo gasto e a complexidade das atividades, não pelo que o cliente aparenta possuir ou ser.

 

Limpeza do local

É importante manter sempre limpo o local de trabalho. A manutenção de jardins sempre gera restos de podas, terra e outros. Por isso, os restos devem ser recolhidos e encaminhados ao devido local, o que irá proporcionar a limpeza do ambiente. Calçadas, caminhos, móveis e outras estruturas não devem permanecer sujos. Se assim for, deve-se proceder à sua limpeza. Da mesma forma, as ferramentas de trabalho devem ser mantidas todas em condições de uso e organizadas. Ao final do trabalho, é preciso que esteja tudo limpo e organizado para que o resultado apareça.

 

Uniforme

É importante que o jardineiro tenha um uniforme de trabalho adequado e limpo. Isso gera uma boa impressão e um sentimento de organização. Também é imprescindível o uso do boné ou do chapéu para se proteger do sol. Além disso, deve-se usar botas, luvas e equipamentos de proteção individual, principalmente quando se usa máquinas. Ao chegar ao local de trabalho, o uniforme deve estar limpo.

 

Aparência

A aparência também ganha pontos. Por isso, deve-se cuidar dos cabelos, cortar as unhas, aparar o bigode ou fazer a barba, usar roupas limpas, entre outros, pois a maioria das pessoas relaciona a higiene pessoal com a qualidade de serviços prestados.

 

Observador

Além dos itens acima, para ser um bom profissional, o jardineiro em Joinville deve ser um observador da natureza. O crescimento e o comportamento das espécies, conforme as estações do ano, bem como o manejo adequado, tudo pode ser aprimorado com a observação e a curiosidade. Observar outros profissionais trabalhando auxilia na aprendizagem de atividades nunca realizadas. Entretanto, a prática é fundamental para se aprimorar as atividades da área. Da mesma forma, a reciclagem em busca de informações, é primordial para se destacar no mercado e abrir novos caminhos.

 

Recomendações

Assim como a contratação de qualquer outro profissional ou empresa, esteja atento ao fechar com um profissional. Avalie seus serviços anteriores solicitando referências de amigos, parentes ou vizinhos e se for uma empresa, pesquise sua reputação e também os serviços já realizados.

 

De trabalhadores o mercado está cheio, porém de bons profissionais, o mercado está escasso. Por isso, recomenda-se a contratação de uma empresa já estabelecida no mercado, onde você terá maior segurança tanto de um bom serviço realizado quanto da segurança de quem irá até sua residência.

– Visite: Jardineiro Joinville

   

     

Fonte: InfoJobs, Catho, CPT, FF, Portal Agropecuário

     

Este conteúdo foi útil? Compartilhe!
(Este conteúdo foi visitado 738 vez(es) | 1 visita(s) hoje)
Você também pode ser interessar por:

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Você pode usar HTML tags e atributos:

    <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>