instalacao-de-cortinas-em-joinville

 

A utilidade das cortinas

As cortinas têm a função de controlar a luz, ajudar na preservação dos móveis e proporcionar privacidade aos ambientes; além disso, são ótimas peças decorativas. Mas, para que harmonizem com o ambiente é preciso que a instalação seja realizada corretamente.

Transformar a cara de um ambiente e deixá-lo mais aconchegante é fácil instalando um varão de cortina e seus acessórios. De diversas cores e materiais essa solução oferece um ótimo efeito decorativo, além de ajustar a luminosidade natural e proporcionar mais privacidade.

Muitos são os modelos de cortinas com varões vendidas no mercado e, por isso,trazemos uma informação que será muito útil para você que acabou de comprar sua cortina e quer deixá-la ainda mais bem posicionada no seu cômodo. As cortinas varão conseguem trazer muito mais charme para o ambiente e sua colocação é muito fácil, porém é necessário atenção e ter as ferramentas corretas.

Por isso, sugerimos aqui algumas dicas de como escolher a cortina do tamanho ideal e como colocá-la da maneira mais adequada para cada ambiente. A cortina precisa ter um caimento do tecido e um comprimento ideal. Além disso, deve ter uma distância correta em relação ao teto.

 

Antes de instalar a cortina

Para quem se mudou recentemente ou mesmo quer dar um UP nos ambientes internos, segue algumas dicas pra você que está pensando em comprar e fazer a instalação de cortina por conta própria.

 

Tecido

Na hora de escolher a cor da sua cortina, fique atento à composição do ambiente. Os modelos lisos de tons mais claros e neutros são mais fáceis de combinar.
Cores e estampas podem ser usadas, desde que em harmonia com o restante da decoração. Contudo, fique atento se o tipo de tecido é resistente ao sol, pois tons mais fortes e estampados são mais vulneráveis à claridade do sol e podem desbotar.

 

Modelo

O modelo faz toda a diferença no efeito visual do local. Uma cortina curta, que ocupe todo o espaço da parede, por exemplo, pode deixar o ambiente pesado. Com um modelo longo e estreito, que se restrinja ao espaço da largura da janela, o lugar fica com uma aparência muito mais leve. E ainda sobra espaço para decorar a parede lateral com um quadro ou uma luminária.
Para quem não gosta de uma cortina comprida, com tecido longo, uma sugestão é optar por painéis, de preferência de um material mais grosso, como o linho – retos, sem dobras verticais. Isso deixará o ambiente elegante e sofisticado.

 

Tamanho ideal

Quando for escolher a sua cortina, é muito importante que você fique atento ao tamanho da janela e à distância do pé-direito.

 

Quanto à altura e diâmetro

Se a sua janela for baixa, procure instalar o trilho ou varão da cortina bem acima dela, caso contrário, a impressão que se terá é de que ela é achatada. Se o pé-direito da sua casa ou apartamento for bem alto, instale a cortina na metade da distância entre a parte de cima da janela e o teto. Isso trará um bom efeito.

Mas, se você quer deixar o ambiente com uma aparência ampliada, experimente instalá-la o mais alto possível, chegando ao teto. O diâmetro recomendado: 13 mm: indicados para cozinhas, 19 mm: indicados para quartos, 28 e 32 mm: indicados para salas.

 

Quanto ao comprimento

As medidas padrões são: 1,5 / 2 / 2,5 / 3 metros. Uma cortina com comprimento longo é mais elegante. Contudo, cuidado para não escolher uma muito comprida, que arraste no chão. Além de ser visualmente desagradável, acumula muito sujeira e prejudica a circulação.

Por isso, prefira os modelos longos, porém que apenas toquem levemente o chão. O ideal é que se mantenha o arraste em no máximo 4 cm. Caso tenha uma muito longa, faça a bainha e resolva o problema. Para comprimentos maiores, junte vários varões com ajuda de conectores.

Obs.: Para cobrir uma janela, considere uma sobra de 10 cm para cada lado na instalação do varão.

 

Ponteiras

Escolha 2 ponteiras de acordo com o diâmetro, material e cor do varão escolhido.

 

Suportes

Escolha o modelo de acordo com o local de instalação da cortina e o tipo utilizado. Para cortinas grandes e volumosas, com uso de blackout, recomenda-se 3 suportes, sendo 2 nas pontas e um central.

 

Ferramentas

  • Nível
  • Furadeira (preferencialmente de impacto caso precise furar vigas de ferro no meio da parede)
  • Trena e Lápis
  • Broca de 6 ou 8 mm
  • Óculos de proteção de escada
  • Chave Philips ou chave de fenda
  • Parafusos

 

Passo a passo: mãos a obra

Antes de começar: para mais segurança, feche as janelas. Certifique-se de que a parede seja de alvenaria e esteja limpa, lisa e nivelada.

 

  • 1ª Localize os pontos de referência – Meça 10 cm do lado esquerdo e direito da janela e marque. A partir dessa marcação, siga em uma linha vertical e marque um segundo ponto 5 cm acima da janela em ambos os lados.
  •  

  • 2ª Faça as marcações: No caso de suportes com 1 ponto de fixação, os pontos de referência identificados no passo 1 servirão de marcação. No caso de suportes com 2 pontos de fixação, centralize cada suporte nos pontos de referência identificados no passo 1 e marque para a instalação dos parafusos.
  •  

  • 3ª Fure: Com a furadeira e óculos de proteção, fure as marcações de cada suporte (1 ou 2 marcações, dependendo do modelo). Coloque as buchas com as hastes na posição vertical.
  •  

  • 4ª Fixe os Suportes: Para suportes com 1 fixação, sobreponha o furo da roseta acima da furação feita no passo 3. Segure a roseta e rosqueie o suporte no furo. Para suportes com 2 fixações, posicione-os nas furações feitas e parafuse-os na parede com a chave de fenda ou Philips.
  •  

  • 5ª Verifique o nivelamento: Posicione o varão nos suportes e certifique-se de que ele esteja bem nivelado.
  •  

  • 6ª Passe a cortina: Retire o varão para passar a cortina. Certifique-se de que ambos os acabamentos das laterais da cortina estejam voltadas para a janela.
  •  

  • 7ª Encaixe os varões no suporte: Posicione novamente o varão nos suportes. Deixe o último ilhós de cada lado da cortina depois do suporte, permitindo o travamento na hora de movimentá-la.
  •  

  • 8ª Finalize: Encaixe as ponteiras de cada lado do varão. Deixe a abertura das cortinas como desejar e finalize com acessórios (presilhas, passamanarias, etc…).

 

Dificuldades?

Se você ainda tiver dificuldades de entender como instalar cortinas, segue abaixo um vídeo explicativo:

 

 

Recomendações

Lembramos que para quem mora em residências, não há qualquer problema de barulho, porém quem mora em prédios, verifique para realizar a instalação somente em horários permitidos pelo regimento interno para evitar notificações e multas.

Embora instalar cortinas seja uma tarefa relativamente fácil, em muitos casos faz-se necessário ter o material correto para realizar a instalação. Em muitos casos, as paredes possuem vigas de ferro e concreto em seu interior e que somente furadeiras de alto impacto consegue furar. Para isso, recomendamos chamar um marido de aluguel em Joinville para realizar os serviços.

     

Fonte: ML, SSRA, CF, BBEL, Bella Janela

     

Este conteúdo foi útil? Compartilhe!
(Este conteúdo foi visitado 433 vez(es) | 1 visita(s) hoje)
Você também pode ser interessar por:

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Você pode usar HTML tags e atributos:

    <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>