telhado

Em dias de chuva, quem já não passou pela situação de chegar em casa depois do trabalho e ver móveis e tapetes molhados por causa de goteiras? Se o telhado não enfrentou uma chuva forte, granizo ou uma ventania, as goteiras podem ser indício de que ele e a calha não estejam recebendo a manutenção adequada.

A limpeza das calhas para retirar folhas e demais resíduos que possam causar o entupimento deve ser feita ao menos uma vez por mês. O transbordamento das calhas por causa de folhas obstruindo o escoamento da água é a principal causa de problemas em telhados.

Em locais sem muitas árvores esta manutenção pode ser mais espaçada, sendo realizada ao menos uma vez a cada três meses. Limpar a calha não é trabalho que demanda necessariamente a contratação de profissional especializado, em especial quando é possível acessá-la pelo lado externo da casa, sem a necessidade de subir pelo telhado. A troca de telhas, no entanto, é um serviço arriscado e que pode ser melhor executado por uma pessoa que tenha mais habilidade para andar sobre o telhado do que os proprietários. A dica para quem pretende fazer a manutenção sozinho é nunca subir no telhado, principalmente quando ele estiver molhado e usar madeiras para se andar sobre as telhas.

 
 

Não suba no telhado

Constatado um provável problema através de um destes alertas, não tente consertar o telhado sem a ajuda de um profissional especializado. Realizar reparos na cobertura externa pode trazer sérios riscos de queda devido à altura e de choque, caso, por exemplo, a calha metálica esteja próxima da rede de distribuição de energia elétrica.

Goteiras são sempre sinal de que existem telhas rachadas, quebradas ou fora do lugar. Uma dica é sempre vistoriar o telhado depois de chuvas fortes, com granizo e ventanias, fatores que costumam danificar as telhas; as telhas cerâmicas francesas são as que mais sofrem com as intemperes pelo fato de seu sistema de encaixe ser o mais frágil.

Manutenção preventiva

Se o telhado for bem instalado, com sistema de inclinação e materiais apropriados, e tiver a conservação adequada, sua durabilidade pode variar de 15 a 40 anos. Por isso, fazer a manutenção preventiva de toda estrutura é imprescindível.

Entre os principais pontos inspecionados estão: a ancoragem da estrutura, ou seja, os elementos estruturais que suportam a cobertura; o encaixe e alinhamento das telhas e se há unidades mal fixadas ou quebradas, bem como o estado das calhas e condutores.

O ideal é realizar a vistoria durante a época de estiagem do ano, normalmente, entre os meses de Janeiro a Maio. Neste período de menor precipitação, caso necessário, o profissional pode tranquilamente destelhar parte da cobertura, substituir telhas danificadas e fazer reparos no madeiramento.

 
Ainda dá tempo

Como já começou o período de chuvas, se programe para realizar a manutenção preventiva no próximo ano. Porém, ainda dá tempo de verificar as calhas e condutores e evitar a obstrução por folhas e o comprometimento de toda estrutura.

A necessidade de limpeza das calhas varia de acordo com a localização de sua residência. Por exemplo, se seu vizinho for um edifício, o duto pode entupir por detritos e objetos jogados pelos moradores do prédio, por isso, cheque frequentemente seu estado.

É aconselhável também limpar a cada dois meses calhas e condutores caso sua casa fique bem próxima a árvores de grande porte. Não existe regra quanto à frequência na manutenção, o recomendado é sempre observar a estrutura.

Se conseguir acessar a calha pelo lado externo da casa, sem precisar subir no telhado, o trabalho de limpeza do escoadouro não demanda necessariamente a contratação de um profissional especializado. No entanto, certifique-se de sua total segurança devido à altura, proximidade da rede elétrica e ao uso de escada para execução da tarefa. E para evitar escorregões e choques elétricos, não faça a limpeza em dias chuvosos.

Ainda nesta época do ano, vale ficar atento ao telhado após tempestades com ventos fortes. A intensidade de um vendaval pode ser suficiente para remover ou deslocar telhas e, consequentemente, provocar vazamentos pontuais de água. Nestes casos, uma avaliação técnica e reparos emergenciais provavelmente serão necessários.

Enfim, se você quer evitar problemas de goteiras em épocas de chuva, chame um Marido de Aluguel em Joinville para fazer a manutenção preventiva do seu telhado regularmente.

 

Fonte: BBEL | C&D

Este conteúdo foi útil? Compartilhe!
(Este conteúdo foi visitado 674 vez(es) | 1 visita(s) hoje)
Você também pode ser interessar por:

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Você pode usar HTML tags e atributos:

    <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>